Laser de CO2

Sobre o tratamento

co2O laser CO2 Fracionado é um equipamento que pode ser utilizado para tratamento de rugas finas, médias e profundas da face e pescoço; flacidez da face e palpebral; cicatrizes, principalmente as de acne e estrias.

Seu mecanismo de atuação vaporiza a parte superficial da pele promovendo rejuvenescimento celular, um “resurfacing”, que consiste na formação de uma nova superfície da pele e ainda, através do aquecimento de camadas mais profundas estimula a contração do colágeno reduzindo a flacidez.

O grande diferencial deste tratamento é o tempo de recuperação, que pela tecnologia do fracionamento ficam áreas intactas da pele as quais propiciam uma recuperação mais rápida possibilitando ao paciente retorno às atividades habituais em pouco tempo.

Os resultados já podem ser percebidos já na primeira sessão, mas dependendo da indicação clínica podem ser necessárias até 5 sessões, sendo que o intervalo entre elas deve ser de no mínimo 4 semanas. A melhora da pele tratada ocorre progressivamente durante 6 meses.

Procure um dermatologista do Cepelle para maiores informações.

*A realização deste procedimento somente ocorrerá após consulta dermatológica, devido às particularidades de cada paciente

Cuidados após Procedimento

O LASER de CO2 é mais frequentemente usado na sua forma fracionada – onde pequenos orifícios são feitos na superfície da pele. Nesta forma a cicatrização é mais rápida e mais segura. Veja na imagem ao lado o aspecto da pele após o tratamento.

Os cuidados após o procedimento são fundamentais para um bom resultado do tratamento, em caso de dúvida entre em contato com o seu dermatologista ou uma das enfermeiras do Cepelle.

Compressas frias e úmidas aliviam o deconforto do paciente nos primeiros dias, assim como a aplicação de cremes lubrificantes frequentemente – a cada 2 ou 3 horas. Crostas finas devem se formar nos orifícios da aplicação do LASER conforme figuras ao lado.

Após a aplicação do laser de CO2 fracionado o paciente precisa observar alguns cuidados que podem variar conforme a indicação do seu dermatologista. Em geral não é possível expor a pele tratada ao sol nos primeiros dias. Após 3 a 5 dias do procedimento, quando a pele já estiver parcialmente recuperada, o paciente deve evitar o sol e fazer uso de protetor solar rotineiramente (fator mínimo de proteção 30, de 3 em 3 horas).

Passados os sete dias iniciais, o paciente deverá fazer uso do filtro solar retornando para reavaliação conforme a orientação médica. Nesta fase do tratamento, de acordo com a reavaliação, o paciente iniciará uso de creme clareador para evitar a manchas que pode ocorrer com o uso do laser de CO2 .

O resultado já poderá ser notado na segunda semana, porém, estudos demonstram que mesmo após alguns meses ainda teremos melhora da pele, com maior elasticidade, brilho e melhora das rugas finas e manchas da pele.