Crioterapia

Sobre o tratamento

Crioterapia-Dermatologista-CuritibaCrioterapia é a aplicação de qualquer substância que diminua a temperatura corporal com a finalidade terapêutica. Os meios mais utilizados na dermatologia são o nitrogênio líquido ou os dispositivos descartáveis. A crioterapia pode ser utilizada para tratamento de quelóides, verrugas, lesões pré-cancerosas, câncer de pele e até alopecia areata. Muitas vezes ela é uma alternativa às cauterizações ou cirurgias dermatológicas.

A sensibilidade à dor é variável de pessoa para pessoa, portanto pode ser necessária anestesia. O tempo de tratamento (congelamento) é determinado pela profundidade da lesão a ser tratada. Bolha ou crosta bolha na área tratada aparece após o tratamento, com cicatrização em 1 a 4 semanas.

Procure um dermatologista do Cepelle e descubra se ela é uma opção para o seu problema.

*A realização deste procedimento somente ocorrerá após consulta dermatológica, devido às particularidades de cada paciente.

Cuidados após Procedimento

Após a sessão de crioterapia poderá haver sensação de ardência, queimação ou coceira durante uns 30 minutos. A área ficará avermelhada e inchada às custas de uma bolha d ‘ água que se formará sob a lesão tratada. Essa bolha normalmente desaparece nas primeiras 24 horas porém isso pode não ocorrer.

Caso a bolha permaneça por mais de 24 horas ela deve ser perfurada com agulha de injeção descartável a fim de acelerar a cicatrização. Essa perfuração pode ser feita pelo médico ou pelo próprio paciente após lavagem da área da bolha com água e sabonete comum. A lesão tratada ficará mais escura do que sua cor original (marrom ou preto) e uma crosta (“casquinha”) surgirá no local. Deve-se evitar expor a área tratada ao sol e, se isso for inevitável, usar filtro solar diariamente. Pode-se utilizar algum tipo de creme ou pomada na área a fim de acelerar o desprendimento espontâneo das crostas. Isso será indicado pelo médico caso ele ache necessário. Não aplique produtos na área que não tenham sido indicados por seu dermatologista, nem remova as crostas . As crostas devem se desprender espontaneamente em 7 a 21 dias. As crostas jamais devem ser removidas intencionalmente porque só se desprenderão quando o organismo tiver formado uma pele nova sob elas.

A remoção forçada da crosta vai expor a área ainda sem uma nova pele o que poderá causar manchas ou cicatrizes. Após a queda espontânea das crostas, manchas vermelhas, marrons ou brancas podem estar presentes e são usualmente temporárias. Compareça para reavaliação no período indicado pelo dermatologista para novas orientações.